UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Caracterização do curso

Artes da Cena

Nível: Mestrado Acadêmico – Nome: Artes da Cena – Área de concentração: Artes da cena

Descrição: A criação da cena e seus modos de produção de conhecimento através de contextos sócio-históricos na implementação de projetos artísticos. O hibridismo e a transversalidade nos procedimentos de criação artística e na articulação de linguagens diversas: as artes plásticas, o audiovisual, a performance, a fotografia, a literatura e o teatro, criando interseções possíveis. Novos espaços e temporalidades da cena a partir da inserção de tecnologias digitais e do uso de dispositivos. A intermidialidade como potência para criação de poéticas da cena. Políticas da cena e novos modos de agenciamento e de reflexão crítica sobre o fazer artístico. A transdisciplinaridade na pesquisa em artes e a formação do artista-pesquisador.

Objetivo do curso

– Formar pesquisadores, tendo como foco principal da proposta o aprofundamento do conceito de cena contemporânea, a partir de uma abordagem multidisciplinar, englobando diversas subáreas (audiovisual, artes plásticas, literatura, performance, entre outras).
– Oferecer uma abordagem distinta dos cursos de Artes cênicas existentes na cidade do Rio de Janeiro e em outras cidades brasileiras, ao priorizar um enfoque contemporâneo do campo das Artes Cênicas, abrangendo, deste modo, outras áreas do conhecimento.
– Favorecer o intercâmbio entre o Programa de Pós-Graduação em Comunicação e o Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, de modo a dinamizar a produção crítica relacionada aos dois campos, prática esta imprescindível à reflexão contemporânea.
– Fomentar a formação de artistas, docentes e pesquisadores capazes de atuar na criação, pesquisa e ensino no âmbito das artes.
– Criar articulações entre a produção acadêmica e a produção artístico-cultural nacional e internacional, a partir dos convênios e parcerias estabelecidos.
– Capacitar pesquisadores para atuação no sistema de ensino superior, em instituições culturais e de pesquisa no campo das artes.

Perfil do profissional a ser formado

A natureza de nossa proposta de pós-graduação exige atenção ao fato de que a cena contemporânea, vista em sentido amplo, abrange territórios de saber múltiplos, tanto em sua prática de criação artística quanto no que diz respeito à reflexão crítico-filosófica. Trata-se de estabelecer as artes cênicas como ponto de cruzamento de variados aportes de saberes e práticas. Sendo assim, o curso deverá receber graduados de diferentes áreas de conhecimento, tendo as artes como principal foco, levando-se em conta que a contemporaneidade abre mão dos campos específicos de linguagem, que marcaram a modernidade, em prol de fronteiras interseccionais. O mundo das imagens impõe à cena redefinições, do mesmo modo que esta se estabelece do ponto de vista das trocas com as demais linguagens. O pós-graduando deverá, em sua pesquisa pessoal, atender a uma demanda de trânsito no interior de conceitos voltados para a noção de cena expandida: a cena das artes. Neste sentido, deverá se familiarizar com problemas ligados às imagens, às novas tecnologias, às artes plásticas, tendo, no entanto, em vista, a área sobre a qual sua pesquisa apresenta maior espaço de atuação: a cena teatral e seus correlatos na performance.>

Total de créditos para titulação

Disciplinas: 20
Tese/Dissertação: 16
Outro: 4
Periodicidade de Seleção: Anual
Vagas por Seleção: 10

Estrutura curricular

4 créditos em disciplina obrigatória da área de concentração;
4 créditos em disciplina obrigatória de linha de pesquisa;
4 créditos em Seminários de Pesquisa;
4 créditos em disciplina eletiva;
4 créditos em Tópicos Especiais;
2 créditos em Atividades programadas;
16 créditos relativos à dissertação de mestrado.
2 créditos de Estágio de docência
Total de créditos para titulação: 40 créditos
Disciplinas: 20 créditos
Dissertação: 16 créditos
Outros/Atividades Programadas: 2 créditos
Outros/ estágio de docência: 2 créditos

Sobre a estrutura curricular

A estrutura curricular é composta por três disciplinas obrigatórias: uma da área de concentração, uma da linha de pesquisa na qual o aluno está inscrito e a disciplina “Seminários de Pesquisa”, comum às duas linhas. “Arte e Cena” introduz questões fundamentais que norteiam a discussão sobre a cena na contemporaneidade. A disciplina objetiva investigar questões específicas ligadas ao pensamento e à criação nas artes, tendo como foco a interdisciplinaridade, como elemento primordial de formação. As disciplinas obrigatórias “Arte e Política da Cena” (ligada à linha de pesquisa Poéticas da cena: teoria e crítica”) e “Processos de Criação da Cena”(ligada à linha de pesquisa “Experimentações da cena: formação artística) apresentam questões, escopos e metodologias de seus campos de investigação, buscando o aprofundamento de aspectos relevantes à pesquisa discente na área de artes e às linhas de pesquisa propostas. A disciplina “Seminários de Pesquisa” instrumentalizará o aluno para a reflexão e o desenvolvimento do projeto de pesquisa, a ser investigado sob a orientação docente. A disciplina pretende ser um espaço de troca discente, na qual o aluno tomará conhecimento de pesquisas desenvolvidas por demais alunos do programa.

Às disciplinas obrigatórias, somam-se duas disciplinas não obrigatórias e quatro créditos de atividades programadas. Entre as não obrigatórias, o estudante deve cursar, no mínimo, uma das seguintes disciplinas: “Cena e Cultura”, “Cena e Estética”, “Cena e Tecnologia” e “Cena e Performance”. Além de uma das disciplinas eletivas mencionadas acima, o discente deverá escolher outra disciplina dos Tópicos Especiais (I, II, III, IV, V). Ambas as disciplinas não obrigatórias escolhidas devem refletir o objeto de pesquisa discente. Os Tópicos Especiais são espaços de criação e reflexão, atendendo à demanda laboratorial, articulando a pesquisa teórica à experimentação prática. Metodologias, processos de criação, poéticas e estéticas da cena serão abordadas de modo a articular o manancial teórico à criação da cena. Vale ressaltar que o discente poderá cursar eletivas em demais programas de Pós-Graduação da UFRJ e de outras IES, desde que contribuam para a pesquisa desenvolvida.